Educação de campo

Mais que escola, a Educação do Campo é um conjunto das atividades formativas escolares e não escolares que contribuem para que esses sujeitos avancem na busca do desenvolvimento local sustentável e, consequentemente, na melhoria da qualidade de vida coletiva.
A educação, direito de todos e dever do estado e da família, será promovida e incentivada com colaboração da sociedade, visando o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem: na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.
FOTO HORTA

“Entende-se por escola do campo aquela que trabalha desde os interesses, a politica, a cultura e economia dos diversos grupos de trabalhadores e trabalhadoras do campo, nas suas diversas formas de trabalhos e de organização, na sua dimensão de permanente processo, produzindo valores, conhecimentos e tecnologia na perspectiva do desenvolvimento social e econômico igualitário dessa população. A identificação política e a inserção geográfica na própria realidade cultural do campo, são condições fundamentais da sua implementação”.