Noticias

11nov 2015

 

A EFA – Escola Família Agrícola de Porto Nacional já está com as matriculas abertas para o ano de 2016.

Data: 18 a 29 de janeiro de 2016
Período: Segunda a Sexta Feira
Horário de Atendimento: Manhã – 07h30min às 11h30 min; Tarde – 13h30 às 17h30min.
Endereço: TO 255, km 03, Zona Rural.
Cidade: Porto Nacional – Tocantins.
Telefones: 63/8448-6735 ou 63/8454-9652
Email: efaportonacionalto@gmail.com.

Sobre cursos ofertados e outras informações no documento em anexo:  Matriculas Abertas 2016

30out 2015

O livro SEMENTES é o resultado do trabalho realizado na EFA tendo em vista o desenvolvimento da leitura e o letramento dos estudantes do Ensino Médio Integrado ao Técnico em Agropecuária no decorrer dos anos letivos de 2014/2015, uma ação proposta no PROEMI. A ideia principal aqui era realizar uma coletânea de textos produzidos pelos estudantes para a edição e, de fato, apresenta-se a seguir uma coletânea dos gêneros narrativos, dissertativos e lírico, destacando neste último o tipo poesia de cordel.

O livro está organizado em blocos que apresentam um pouco da vivência e atividades realizadas pela escola dentro da proposta da Pedagogia da Alternância, assim, apresenta os valores da escola, um pouco da história da instituição e registros fotográficos das principais atividades.

A escolha do título deveu-se à relação intrínseca entre o sentido da palavra sementes e o fazer pedagógico: as sementes devem ser semeadas e cuidadas para que deem frutos e que sejam bons. Assim é a nossa prática, vivemos a semear sementes, tudo que nós aprendemos e ensinamos não passam de sementes, uma pequena parte germinativa, coisa que com o tempo há de produzir certos efeitos, propagar, preservar, criar e recriar transformando a si e o seu próprio meio.

Capa do livro SEMENTES

Capa do livro SEMENTES

 

Baixe o livro completo no formato PDF: Livro Sementes

18ago 2015

Jeovana Campos Maciel, estudante da 3ª série, do curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio da Escola Família Agrícola e presidente do Grêmio Estudantil João Luiz Nogueira Borges, participou, sob orientação do professor Carlos André Martins da Mata, do Concurso Parlamento Jovem Brasileiro em 2015.  E dentre os projetos apresentados pelos participantes representantes do Estado do Tocantins o seu foi o vencedor.
O Projeto da educanda dispõe sobre a obrigatoriedade das Escolas Estaduais instalarem sistemas de captação de água das chuvas. Temática de grande relevância para toda a sociedade visto a crise hídrica que estamos vivendo. Como parte das etapas do Concurso, a estudante Jeovana Maciel viajará para Brasília, onde fará minicursos, no período de 21 a 26/09/15, sendo que esta defenderá seu projeto junto com os outros 78 estudantes de todo o país (representantes dos demais estados) na Câmara dos Deputados em Brasília.

Jeovana Campos Maciel: Vencedora do concurso Parlamento Jovem Brasileiro 2015

Jeovana Campos Maciel: Vencedora do concurso Parlamento Jovem Brasileiro 2015

Dentre os 78 projetos que serão apresentados e defendidos pelos educandos os 5 (cinco) melhores irão para ser votados como leis a nível nacional.

Por Rosilene Ferreira

 

18ago 2015

A EFA – Escola Família Agrícola de Porto Nacional no propósito de atingir seus objetivos e cumprir sua missão, dentro de sua visão de futuro, tem ampliado seus cursos e potencializado suas atividades, é claro, na maioria das vezes através das parcerias.A exemplo disto temos os cursos ofertados na instituição pelo PRONERA – Programa Nacional de Educação nas Áreas de Reforma Agrária: Ensino Médio na Modalidade Normal e Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio.

No período de 22 de junho a 08 de agosto de 2015, houve aulas de ambos os cursos. E neste período, aconteceram dois eventos, que estimulam os estudantes a acreditar e desenvolver processos produtivos sustentáveis, que foram o I Encontro Tocantinense de Agroecologia -“Cultivando Agroecologia, Semeando Vida!” e a Viagem de Intercâmbio a experiências agroecológicas.

Visitas as experiências agroecológicas na Comunidade Matinha, em Guaraí-TO

Visitas as experiências agroecológicas na Comunidade Matinha, em Guaraí-TO

No primeiro evento, que ocorreu, entre os dias 25 a 28 de junho de 2015, em Guaraí, na comunidade Matinha, onde há um sistema de produção agroecológica, participaram estudantes e profissionais de ambos os cursos representando a EFA, a qual estava dentre uma das instituições organizadoras do Encontro e, no segundo, que aconteceu no período de 04 a 08 de agosto de 2015, participaram todos os estudantes e alguns dos professores do curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, os quais visitaram várias experiências de produção agroecológica na região do Bico do Papagaio e Maranhão.

Os estudantes tiveram uma boa participação nas atividades. E a instituição na sua prática pedagógica procura incentivar os estudantes a aplicar estes conhecimentos adquiridos na escola e/ou nas oportunidades oferecidas por ela. Inclusive, realiza visitas de acompanhamento aos educandos com o objetivo de verificar os trabalhos técnicos (plantações, criações, geração de renda, estágios. Participação social etc.), observar a realidade sócio-familiar, conhecer os aspectos culturais, avaliar com a família o processo educativo da escola e o crescimento pessoal e social do educando. Nesta visita, a equipe também verifica e estimula a produção sustentável dos estudantes através de projetos coletivos/comunitários, colocando em prática seu aprendizado, ou melhor, os conhecimentos adquiridos na EFA.

Visitas de Acompanhamento aos Educandos – PA Vale do Barreira – Juarina

Visitas de Acompanhamento aos Educandos – PA Vale do Barreira – Juarina

A equipe pedagógica realizará as visitas de acompanhamento aos educandos dos cursos pelo PRONERA, no período de 15 de setembro a 30 de dezembro de 2015.
É uma atividade muito importante e que gera bastante expectativas nos educandos e educadores.
Enfim, é assim que a EFA faz para alcançar seus objetivos.

 

Por Rosilene Ferreira  

18ago 2015

A Escola Família Agrícola de Porto Nacional-TO, inaugurou nesta segunda-feira dia 31/08, três obras importantes para o processo de formação dos jovens camponeses que são elas: Abatedouro de Aves, Laboratório de Solos e Unidade de Produção de Mudas. Todas estas instalações foram construídas pelo projeto Cadeias Produtivas na Agricultura Familiar, patrocinado pela PETROBRAS, que continua abrindo oportunidades de capacitação e aquisição de bens necessários ao melhor funcionamento desta Unidade de Ensino.

Abatedor de aves e laboratório de análise de solos.

Abatedor de aves e laboratório de análise de solos.

O Abatedouro de Aves além de servir de apoio didático também permitirá que os produtores abatam seus animais em parceria com a escola. A instalação tem capacidade para abater até 150 frangos/hora, atendendo as exigências legais para tal atividade.
O Laboratório de Análise de Solos apresenta uma área construída de mais de 100 m² equipados, onde será possível elaborar análise química, física e biológica do solo com condições de usos didáticos em todos os aspectos, além disso, abrigará também equipamentos de apoio a reprodução animal.
O Centro Integrado de Produção de Mudas da EFA apresenta mais de 270 m² de área construída com condições pedagógicas para realizar diversas práticas reprodutivas de vegetais. O espaço é composto por área de armazenagem de sementes e mudas com irrigação automatizada com capacidade para abrigar mudas em diversos estágios de desenvolvimento.
Estas novas estruturas darão condições para que a EFA oferte novos cursos e assim amplie a sua capacidade de atendimento a população camponesa.

Centro integrado de produção de mudas

Centro integrado de produção de mudas

 

28mai 2015

A Escola Família Agrícola de Porto Nacional – TO, por meio da Associação de Apoio a Escola Família Agrícola – AEFA, torna público a realização do processo seletivo simplificado para contratação temporária de profissionais, para atuarem no curso Ensino Médio modalidade Normal em Pedagogia da Alternância pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – Pronera, instituído pelo Decreto no 7.352, de 04 de novembro de 2010.

 

Edital de processo seletivo simplificado – Professor externo AgroEcologia 2015

 

Edital de processo seletivo simplificado – Professor externo normal 2015

 

Anexo II – Normal

 

Anexo II – Agroecologia

 

Anexo I – Ficha de inscrição selecção de professores 2015 Normal

 

Anexo I – Ficha de inscrição selecção de professores 2015 Agroecologia

 

 

 

Resultado da análise do currículo e candidatos

 

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE No 004/2015 PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSORS REGENTES, PARA ATUAREM NO CURSO TÉCNICO EM AGROECOLOGIA INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO EM PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA PELO PROGRAMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO NA REFORMA AGRÁRIA-PRONERA.

 

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE No 003/2015 PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSORS REGENTES, PARA ATUAREM NO CURSO ENSINO MÉDIO MODALIDADE NORMAL EM PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA PELO PROGRAMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO NA REFORMA AGRÁRIA-PRONERA.

27mai 2015

O Projeto Geração de Trabalho e Renda na Agricultura Familiar do Centro-sul Tocantinense através do fortalecimento das Cadeias Produtivas implantado na EFA desde 2013 está chegando na sua culminância prevista para outubro de 2015.

 

Através deste projeto foi possível realizar muitas ações de fundamental importância para a melhoria da qualidade de vida dos agricultores atendidos pela escola. Dentre estas ações destacam-se: Implantação de unidades produtivas na escola e nas comunidades, laboratório de analise de solo, adequação de um abatedouro, aquisição de equipamentos e veículos. O projeto apresenta muitas outras ações que foram realizadas e outras ainda a realizar que representam um grande avanço no desenvolvimento da escola e das comunidades envolvidas.

Reunião com membros da  Associação  na comunidade em  Rio sono

Reunião com membros da Associação na comunidade em Rio sono

 

A Petrobras possui uma rígida política de acompanhamento aos projetos por ela patrocinados, são feitas no mínimo duas visitas de monitoramento durante a execução das ações.

 

Nos dias 11 e 12 de maio de 2015, esteve na Escola Família Agrícola de Porto Nacional –TO e nas comunidades onde estão sendo implantadas as unidades o supervisor Dilermando Telles. A visita iniciou nas unidades, instalações e construções da escola e no dia seguinte prosseguiu para as comunidades rurais onde estão as unidades demonstrativas de aves, devendo visitar posteriormente as unidades de bovinocultura e fruticultura.

 

Visita ao laboratório de solos da EFA

Visita ao laboratório de solos da EFA

Durante a visita o supervisor esclareceu dúvidas, orientou sobre a conclusão do projeto, alertou sobre a importância do cumprimento de prazos na realização das ações e mostrou otimismo quanto à continuação deste ou outros projetos na EFA deixando a equipe satisfeita quanto a realização dos trabalhos e cumprimento de suas responsabilidades nesta parceria.

 

Visita ao laboratório de solos da EFA

Visita ao laboratório de solos da EFA

 

 

Visita  a construção da unidades de aves na comunidade Prata em  Rio sono

Visita a construção da unidades de aves na comunidade Prata em Rio sono

 

 

Rosa Maria R. Batista
Luiz Ribeiro de A. Filho

11fev 2015

O primeiro dia de aula do ano letivo de 2015 na EFA – Escola Família Agrícola de Porto Nacional é sempre um dia festivo de acolhida para toda a comunidade escolar. É o dia em que os pais, a convite da escola, comparecem para entregar os filhos e conhecer a dinâmica de funcionamento da mesma.

 

Cerimônia de abertura, contou com a ilustre presença do Secretário de Estado Adão Francisco de Oliveira

Cerimônia de abertura, contou com a ilustre presença do Secretário de Estado Adão Francisco de Oliveira

 

Nesta segunda-feira, 9/2/2015, a cerimônia de abertura, contou com a ilustre presença do Secretário de Estado Adão Francisco de Oliveira que, com sua atitude e discurso, encheu a comunidade escolar de sonhos e de esperanças, posto que o mesmo, em nome do Governo Estadual, afirmou o compromisso em dar especial atenção às escolas que atendem as minorias, especialmente, a Educação do Campo. Dessa forma escolheu a EFA de Porto Nacional para a Abertura Oficial do ano letivo das escolas do campo.

 

Secretário Adão Francisco (Foto 1, primeiro da e/d) em visita às instalações.

Secretário Adão Francisco (Foto 1, primeiro da e/d) em visita às instalações.

 

Para o diretor Ozéias Cerqueira a presença do secretário de educação nesse primeiro dia letivo demonstra claramente um compromisso com a educação formal dos filhos e filhas dos agricultores familiares de 44 municípios atendidos pela EFA. E frisou: nesses 21 anos de EFA é a primeira vez que esse fato acontece.

A cerimônia contou com a presença de representantes de vários movimentos sociais, pais, estudantes, educadores, inclusive de várias outras escolas do município, demais parceiros e autoridades locais.

A EFA é uma instituição de ensino criada pela ONG COMSAUDE – Comunidade de Saúde, Desenvolvimento e Educação que trabalha a educação do campo com base em quatro pilares: Pedagogia da Alternância, Associação das Famílias, Formação integral e Desenvolvimento Sustentável.

Na ocasião, representantes da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, apresentaram a campanha “Carnaval do Bem” que traz o slogan É Mais Seguro, É Mais Legal, cujo propósito é diminuir os índices de violência, o consumo de drogas e a proliferação de doenças sexualmente transmissíveis durante a folia. É uma campanha em parceria com a Polícia Militar e os instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), que também estiveram presentes.

19dez 2014

EFA- Escola Família Agrícola de Porto Nacional realiza o IV SEMINÁRIO DA PEDAGOGIA DA ALTERNANCIA – 20 ANOS DE EFA EM PORTO NACIONAL-TO – CONQUISTAS E DESAFIOS.

 

O seminário aconteceu no dia 10 de dezembro e fez parte  da programação da 34ª Semana da Cultura e, na abertura, o diretor Ozéias Neres Cerqueira fez um apanhado desses 20 anos de história.

 

EFA- Escola Família Agrícola de Porto Nacional realiza o IV SEMINÁRIO DA PEDAGOGIA DA ALTERNANCIA – 20 ANOS DE EFA EM PORTO NACIONAL-TO - CONQUISTAS E DESAFIOS.

EFA- Escola Família Agrícola de Porto Nacional realiza o IV SEMINÁRIO DA PEDAGOGIA DA ALTERNANCIA – 20 ANOS DE EFA EM PORTO NACIONAL-TO – CONQUISTAS E DESAFIOS.

 

A Escola Família Agrícola de Porto Nacional-TO iniciou seus trabalhos em 31/01/1994 atendendo a uma turma de 6º ano (antiga 5ª série) e foi aumentado o gradativamente com conclusão da primeira turma do Ensino Fundamental II em 1997. A partir de 1999 a EFA passa a atender estudante do Ensino Médio Básico e, em 2004, o Curso Técnico em Agropecuária. Nestes 20 anos de existência a EFA atendeu ao seguinte quantitativo:

 

  • Estudantes Concluintes do 9º ano 1997 – 2014: 492
  • Estudantes Concluintes do Ensino Médio Básico – 2001 – 2010: 220
  • Curso Técnico em Agropecuária Subsequente 2003 – 2010: 150
  • Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio 2012 – 2014: 55
  • Magistério de Nível Médiopelo PRONERA(Programa Nacional de Educação nas Áreas de Reforma Agrária) – 96

 

A EFA oferta hoje:

  • Ensino Fundamental anos Finais
  • Curso Técnico Em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio;
  • Curso Técnico em Agroecologia Integrado ao Ensino Médio;
  • Ensino Médio modalidade Normal – Magistério de Nível Médio;
  • E dezenas de Cursos FIC – Formação Inicial Continuada para Agricultores Familiares;

 

A EFA atende hoje a 476 estudantes provenientes de 383 famílias oriundas de 42 municípios e 96 comunidades organizadas em 65 Associações, 3 Cooperativas e vários Sindicatos de Trabalhadores Rurais vinculados à Federação dos Trabalhadores Rurais na Agricultura do Estado do Tocantins– FETAET;

 

Neste período a EFA avançou muitos em todos os aspectos. Com relação à infraestrutura em 1994 havia 290 m² de área construída que hoje evoluiu para 5.004 m² com uma área de cerrado em torno de 27,85 ha disponível para experimentos.

 

Entidades Mantenedoras: SEDUC – Secretaria de Estado da Educação e Cultura por meio do Programa Escola Comunitária de Gestão Compartilhada e da COMSAÚDE – Comunidade de Saúde, Desenvolvimento e Educação.

 

Principais parceiros: Secretaria Estadual de Agricultura, Secretaria Estadual de Saúde, RURALTINS, Secretaria Municipal de Educação, UNITINS, UFT, INCRA, PETROBRAS, COOPTER, APA-TO, MST, MAB, FETAET, SEBRAE, BRASA, Diocese de Porto Nacional, e outras. Dentre os parceiros internacionais citamos: Grupos/ ONGs na Áustria, Itália, Alemanha, Espanha, Universidade Católica de Leuven, na Bélgica.

 

Nesses 20 anos a EFA foi objeto de Reportagens da Nova Escola, TV Anhanguera, Band, TV Cultura e outros. Fez parte de uma premiação patrocinada pela Caixa Econômica Federal como um dos 50 jeitos de mudar o mundo, participou de várias Viagens de Intercâmbio estaduais, nacionais e internacionais e tem sido muito utilizada como campo de estudo/ produção de teses, TCCs, monografias, estágios e outros;

 

A EFA tem servido de suporte e prestado assessorias para várias instituições do Estado e de Prefeituras.

 

A formação inicial da equipe na Pedagogia da Alternância se deu no  Espírito Santo com Especializações Lato Censu em Minas Gerais e Goiás, Mestrado em Ciências da Educação e realiza Formação Continuada da equipe conforme estabelecido no PPP da escola.

 

A escola conta hoje com vários PROJETOS: Petrobras CJAF, CADEIAS PRODUTIVAS NA AGRICULTURA FAMILIAR, PROJETO DE PESQUISA COM A UNITINS, Mais Educação e PROEMI (junto ao MEC), PRONERA/ MDA/INCRA.

 

Os egressos da EFA estão hoje nos Serviços Públicos; Empreendimentos Próprios, Universidades, Empresas Particulares, Cooperativas, Organizações Comunitárias e outros.

 

A Instituição está organizada em nível local na Associação de Apoio, à EFA; em nível regional na AEFACOT – Associação das Escolas Famílias Agrícolas Centro Oeste Tocantins; em nível nacional na UNEFAB – União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil e, em nível internacional, na AIMFR – Associação Internacional das Escolas Famílias Agrícolas.

 

Na realização do IV Seminário da Pedagogia da Alternância os debatedores foram: o diretor da EFA Sr Ozéias Neres, o professor Erialdo Augusto Pereira – Diretor Presidente da COMSAUDE; Os vereadores Ronivon Maciel e Eduardo Manzano, este último sócio fundador e também presidente de honra da COMSAUDE.

 

Contribuíram também com depoimentos os ex-estudantes Marcos Aurélio da Silva – estudante de Agronomia da Universidade Católica do Tocantins; Luziane Miranda – Licenciada em Biologia pela UFT e servidora concursada como fiscal agropecuária da ADAPEC; Ailton Gonçalves – graduado em Pedagogia da Terra pela Universidade do Parará e atual coordenador de Educação do Campo da Secretaria Municipal de Porto Nacional.

 

Representando os pais, Ana Maria Rodrigues Lopes – mãe de cinco ex-estudantes e o Sr Natal Maciel. O seminário contou também com a contribuição do Prof. Doutor José Pedro Cabrera – UFT, Cirineu da Rocha – representante do MAB – TO (Movimento dos Atingidos por Barragens), Profª  Kris Meirhaeyhe – Universidade Católica de Leuven – Bélgica e do estudante concluinte Fabrício Gama, representando o Sr. Pedro Gusmão Martins, presidente da Associação de Associação de Apoio à EFA.

 

Na plateia, além da comunidade escolar, visitantes e convidados contou-se com as presenças de Martin Fuchs e Eva Rinner, ambos membros do Grupo de Solidariedade da cidade de Gratz – Áustria, também colaboradores da EFA e, ainda, da jovem Julie – estagiária do curso de Engenharia de Alimentos da Universidade Católica de Leuven- Bélgica.

 

Postos os avanços, o seminário elencou como alguns dos principais desafios:

  1. Inovação da Pedagogia da Alternância e implantação de novos cursos;
  2.  Manutenção das estruturas da EFA e da proposta pedagógica com foco na questão agroecológica e valorização da Economia Solidária;
  3.  Defesa e organização dos agricultores familiares para que participem da comercialização junto às organizações governamentais (compra direta, merenda escolar, etc.);
  4.  Trabalhar a gestão da propriedade com foco nas mulheres e jovens;
  5.  Lutar pela criação de leis que assegurem a continuidade dessa  proposta pedagógica;
  6.  Lutar pela alfabetização e letramento dos estudantes que ingressam na EFA a fim de melhorar os índices nas avaliações externas;
  7.  Lutar pelo resgate e valorização da cultura camponesa com criação de espaços de lazer saudável para a juventude, entre outros.

 

10nov 2014

ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE PORTO NACIONAL – EFA

CENTRO DE CAPACITAÇÃO DE JOVENS DA AGRICULTURA FAMILIAR – CJAF

PROJETO: CADEIAS PRODUTIVAS NA AGRICULTURA FAMILIAR NO CENTRO-SUL TOCANTINENSE

 

RELATÓRIO FINAL DE DIAGNÓSTOCO

 

[1]Prof. Dr. José Pedro Cabrera Cabral

Universidade Federal do Tocantins

 

Introdução

            Desde o dia 31 de maio de 2014 até o dia 02 de agosto, no município de Rio Sono, 28 famílias integrantes de comunidades de agricultores familiares da região rural do município se reunirão quinzenalmente  na Escola Municipal Rural do Município para dar inicio a um processo de diagnóstico socioeconômico -produtivo com a finalidade de identificar potencialidades para o trabalho associativo em cadeias produtivas de: frango, melhoramento genético de gado leiteiro e frutas do cerrado.

As atividades iniciaram as 8:30 horas e concluíram as 17:00 horas. O levantamento de informações para a elaboração do diagnóstico esteve a cargo do Prof. Dr. José Pedro Cabrera Cabral da Universidade Federal do Tocantins – UFT e das colaboradoras Profa. Fernanda Beirão e da mestranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia da (UFT) Angelita Fernandes Pereira.

Os procedimentos metodológicos para a coleta das informações visando a construção do diagnóstico foram: a) a aplicação de um questionário semiestruturado com perguntas abertas e fechadas e; b) entrevistas com as lideranças do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Sono e das associações de produtores presentes. No total participaram 28 famílias totalizando um número de participantes diretos no encontro de 118 agricultores, sendo estes 51 do sexo feminino e 67 do masculino.

O objetivo destas atividades foi dar inicio a capacitação sobre Organização para o Trabalho Coletivo, Gestão de Empreendimentos Solidários e elaboração do Plano de

 

[1] Responsável pela pesquisa de diagnóstico das comunidades de Agricultores Familiares de Rio Sono, colaborador e parceiro do Projeto: “Fortalecimento da Agricultura Familiar a partir da geração de trabalho e renda nas cadeias produtivas do Centro-Sul Tocantinense”. Escola Família Agrícola de Porto Nacional – EFA, Centro de Capacitação de Jovens da Agricultura Familiar – CJAF – UFT – Programa Desenvolvimento & Cidadania, Petrobras.

Baixe agora mesmo uma versão completa so Relatorio Final Diagnóstico Rio Sono